Cerâmica Industrial
https://www.ceramicaindustrial.org.br/article/doi/10.4322/cerind.2024.041
Cerâmica Industrial
Regular Reciclagem

Argamassa de reboco com incorporação de resíduo de gesso reciclado

Plastering mortar incorporating recycled gypsum residue

Mortero de revoque que incorpora residuos de yeso reciclado

Klayce Santos Siqueira, Cochiran Pereira dos Santos, Fernanda Martins Cavalcante de Melo, Herbet Alves de Oliveira

Downloads: 1
Views: 168

Resumo

O emprego do gesso na engenharia civil brasileira como acabamento do modo geral tem aumentado exponencialmente nos últimos anos. O descarte do gesso de forma incorreta vem se tornando um grande problema econômico e ambiental. Nesse contexto, este estudo tem como objetivo produzir e avaliar as características de argamassas de reboco com adição de resíduo de gesso reciclado, gerado na construção civil, em substituição parcial à areia e cimento. Foram produzidos corpos-de-prova com sete formulações a partir da formulação padrão na proporção em volume de 1:0,61:6,19:1,2 (cimento, cal, areia e água), sendo elas uma formulação padrão sem nenhuma substituição de resíduo de gesso, duas formulações com substituição parcial da areia por resíduo de gesso em 12,5, e 25%, e quatro formulações com substituição parcial do cimento por resíduo de gesso em 10, 20, 40, e 50% respectivamente. A massa produzida foi analisada quanto às suas propriedades no estado fresco e no estado endurecido. Os resultados obtidos foram analisados pelo ANOVA. Os resultados apontam que o gesso pode substituir parcialmente o cimento sem prejuízo das propriedades de resistência mecânica à compressão e absorção de água. Foi observado acréscimo na resistência de até 9% com substituição da areia pelo gesso em (A12,5) e até (27%) em C20 quando substituiu o cimento por 20% de gesso.

Palavras-chave

Argamassa de reboco; resíduo de gesso; sustentabilidade; resistência mecânica.

Abstract

The use of plaster in Brazilian building engineering as a finish has increased exponentially in recent years. Disposing of plaster incorrectly has become a major economic and environmental problem. In this context, this study aims to produce and evaluate the characteristics of plaster mortars with the addition of recycled gypsum residue, generated in building construction, as a partial replacement for sand and cement. Test specimens were produced with seven formulations from the standard formulation in a volume ratio of 1:0.61:6.19:1.2 (cement, lime, sand and water), being the standard formulation without any replacement of gypsum residue, two formulations with partial replacement of sand by gypsum residue at 12.5, and 25%, and four formulations with partial replacement of cement by gypsum residue at 10, 20, 40, and 50% respectively. The pastes produced were analyzed for their fresh state and in the hardened state. The test results were analyzed by ANOVA. The results show that gypsum can partially replace cement without compromising the compressive strength and water absorption. An increase in strength of up to 9% was observed when replacing sand with gypsum in (A12.5) and up to (27%) in C20 when replacing cement with 20% gypsum.

Keywords

Plastering mortar; plaster residue; sustainability; compressive strength.

Resumen

El uso del yeso en la ingeniería de edificación brasileña como acabado ha aumentado exponencialmente en los últimos años. La eliminación incorrecta del yeso se ha convertido en un importante problema económico y medioambiental. En este contexto, este estudio tiene como objetivo producir y evaluar las características de morteros de yeso con adición de residuos de yeso reciclado, generados en la construcción de edificaciones, como reemplazo parcial de arena y cemento. Se produjeron probetas con siete formulaciones a partir de la formulación estándar en una relación de volumen 1:0,61:6,19:1,2 (cemento, cal, arena y agua), siendo la formulación estándar sin reemplazo alguno de residuo de yeso, dos formulaciones con reemplazo parcial de arena por residuo de yeso al 12,5 y 25%, y cuatro formulaciones con sustitución parcial de cemento por residuo de yeso al 10, 20, 40 y 50% respectivamente. Las pastas producidas fueron analizadas en estado fresco y en estado endurecido. Los resultados de la prueba fueron analizados por ANOVA. Los resultados muestran que el yeso puede reemplazar parcialmente al cemento sin comprometer la resistencia a la compresión y la absorción de agua. Se observó un aumento de resistencia de hasta un 9% al sustituir arena por yeso en (A12.5) y hasta (27%) en C20 al sustituir cemento por 20% de yeso.

Palabras clave

Mortero de yeso; residuos de yeso; sostenibilidad; fuerza compresiva.

Submetido em:
07/02/2024

Revisado em:
18/04/2024

Aceito em:
10/05/2024

665104bda953957d9c6a6785 ci Articles
Links & Downloads

Ceram. Ind.

Share this page
Page Sections